A Empilhadeira é um veículo industrial utilizado para transportar grandes volumes de cargas que geralmente estão dispostas sobre pallets, existem também vários acessórios de movimentação que podem ser instalados nas empilhadeiras para elevar e transportar cargas soltas e outros materiais conforme a necessidade de cada operação.

As empilhadeiras podem ser divididas em grupos, de acordo com seu tipo.

Popularmente conhecidas como:

  • Empilhadeiras manuais,
  • Empilhadeiras e transpaleteiras elétricas;
  • Empilhadeiras à combustão.

Empilhadeiras são oferecidas com uma variedade de tamanhos, configurações e capacidade de levantamento de peso.

O uso primário envolve o levantamento de cargas pesadas, o transporte transferência para estações ou locais em depósitos, lojas, hangares ou zonas de construção.

As duas empilhadeiras mais comuns em uso possuem ou motores elétricos para uso interno, ou motores de combustão interna que permitem rodar combustíveis líquidos. (GLP, GNV ou DIESEL).

Como padrão as empilhadeiras são definidas de acordo com a classe, a qual lista as suas diferenças de configuração estrutural, tamanho e limites de carregamento de cargas.

  • Classe 1: Equipamentos frontais elétricos, similar em formato aos de combustão interna (classe 5), mas movidos à bateria tracionaria.
  • Classe 2: Linha elétrica de armazém, empilhadeira retrátil, selecionadoras de pedido, equipamentos trilaterais (corredores estreitos e altas elevações).
  • Classe 3: Transpaleteiras e equipamentos patolados, conhecido entre os fabricantes como linha júnior, por suas dimensões.
  • Classe 4: Equipamentos com motor à combustão, com pneus não maciços tipo cushion.
  • Classe 5: Equipamentos com motor à combustão com pneus de superelástico, ou pneumático.
  • Classe 6: Rebocadores elétricos e à combustão, exemplo aos que são utilizados em campos de golfe e futebol, ou lugares que exigem transporte de reboque de carretinhas com material ou transporte de pessoas.

Essa diversidade de tipos de empilhadeira se deve às diferentes necessidades de cada cliente, às diferenças de preço nos modelos, capacidade do modelo de empilhadeira, e até diâmetro para circular dentro dos corredores de porta-pallets de um galpão ou depósito.

Empilhadeiras Elétricas

Equipamentos versáteis em função do seu desenho e de suas características operacionais, são próprios para serem operados em lugares fechados, tais como: depósitos, armazéns ou câmaras frigoríficas. Geralmente compactos, para que possam realizar tarefas em corredores estreitos, normalmente possuem uma torre de elevação com grande altura aumentando consideravelmente a capacidade de armazenagem e estocagem em prateleiras.

Sua principal fonte de energia são baterias tracionárias, empilhadeira elétricas operam silenciosamente, fator de grande importância em qualquer ambiente produtivo diminuindo consideravelmente ruídos operacionais. Possuem alto grau de giro possibilitando manobras em seu próprio eixo.

Empilhadeiras Manuais

É como são chamados os tipos de empilhadeiras que funcionam basicamente à partir da força motriz humana, isto é, todo esforço para movimenta-las é feito por força braçal. Apesar de serem movimentadas pela força humana, não é necessário uma força sobre-humana para ser um operador de empilhadeira manual, já que, por exemplo, as rodas e pneus de empilhadeiras manuais são dotados de sistemas de rolamentos que facilitam muito a movimentação do equipamento, e a torre de elevação conta com um sistema de roldanas que diminui muito o esforço necessário para se erguer uma grande carga com a empilhadeira manual.

Existe uma variedade muito grande e diferentes tipos de empilhadeiras manuais disponíveis no mercado, atendendo a diferentes necessidades, sendo que, o grande diferencial deste equipamento é em relação ao operador que pode operá-lo em pé sobre o equipamento ou caminhando segurando o timão (braço direcional).

Empilhadeiras Combustão Interna

As empilhadeiras a combustão interna GLP, GNV, diesel ou gasolina são utilizadas frequentemente em pátios, docas, portos etc. São mais robustas e possuem capacidades que podem chegar a até 70 toneladas, e altura de elevação até 6,5 metros. Além destas características, são disponibilizados vários acessórios que podem aumentar a capacidade, autonomia e adequação a trabalhos específicos.